“Falar francês para muitos pode ser muito difícil, para outros muito fácil, mas acredito mesmo que, quem torna esta língua encantadora, é o professor que encara essa missão de maneira mais agradável, não como uma língua que deva ser empurrada, mas, sim, como uma língua que deva ser conhecida, desvendada, aprendida. Aprender francês é conhecer sua história, suas peculiaridades. Ensinar, é tornar este desafio o mais prazeroso possível, é aprender com as dúvidas dos alunos, pesquisar e ir além dos livros e das salas de aula. É mostrar que falar a língua mais romântica do mundo é possível e, conhecer sua história e cultura junto, é melhor ainda. ”